Há soldados armados, amados ou não
Quase todos perdido de armas na mão
Nos quartéis lhes ensinam antigas lições
De morrer pela pátria ou viver sem razão.

– Zé Ramalho